Tel:(54) 3356 1474 | E-mail: contato@radiocidaders.com.br



Família sofre assalto e agressões em Santo Expedito do Sul

Cinco elementos armados e sem capuz, chegaram na casa de Adélcio Molin e fizeram a sua família refém


A Família de um advogado passou por momentos de terror na noite desta segunda feira (15), em Santo Expedito do Sul. Cinco elementos armados e sem capuz, chegaram na casa de Adélcio Molin, fizeram a sua família refém e logo após fugiram levando um veículo Ford Focus e R$ 200 em dinheiro.
Eles teriam chegado a pé na residência, localizada no centro de Santo Expedito do Sul, por volta das 22h30 e pedido para falar com o Sr Adélcio, que é advogado. No momento que ele saiu da casa os bandidos anunciaram o assalto. O pai de Adélcio, Sr Salvito Molin teria entrado em luta corporal com um dos elementos. Sua esposa conseguiu fugir pelos fundos, pulando uma sacada. Mesmo machucada pela queda chamou a polícia.
A Brigada Militar foi até o local. Os assaltantes estavam dentro da casa e ameaçaram matar os reféns, caso a polícia não se afastasse. Armas foram apontadas para a cabeça das vítimas. Os policiais então se afastaram e os ladrões fugiram, sem reféns. O casal de idosos precisou de atendimento médico. A senhora teve ferimento na perna e foi encaminhada para Passo Fundo. Os demais integrantes da família, não se feriram. Cinco pessoas residem na casas de dois andares.
Segundo a Brigada Militar, na fuga, os criminosos levaram o Ford Focus prata, placas NLY – 7598 e acessaram a estrada que liga a Sananduva, sendo perseguidos pela polícia. Supostamente uma caminhonete teria dado apoio. Uma viatura de Sananduva fez o sentido contrário, mas não encontrou os assaltantes. É provável, de acordo com a Brigada Militar, que eles tenham acessado estradas vicinais e fugido para Passo Fundo utilizando caminhos alternativos.
Ainda segundo a Brigada Militar, provavelmente o bando tinha informações sobe as vítimas para realizar a ação.

Fonte: Jornalismo rádio Poatã, com Informações da Brigada Militar